Bolsonaro volta a negar ter chamado a covid-19 de "gripezinha"

Mas houve outra ocasião em que Bolsonaro tratou a covid-19 como “gripezinha”. Foi em 20 março, durante entrevista coletiva, no Palácio do Planalto. “Depois [...]

Por Gileno Miranda/Águia News em 04/12/2020 às 02:24:19

Mas houve outra ocasião em que Bolsonaro tratou a covid-19 como “gripezinha”. Foi em 20 março, durante entrevista coletiva, no Palácio do Planalto. “Depois da facada não vai ser uma gripezinha que vai me derrubar, tá ok?”, afirmou Bolsonaro, ao responder a questionamento do Broadcast/Estadão sobre o motivo pelo qual não divulgava de forma transparente o laudo completo de seus exames negativos para o coronavírus (à época, o presidente apenas dizia que não havia sido infectado, o que ocorreria mais tarde).

Na live desta quinta-feira, 3, o chefe do Planalto retomou outro protagonista das suas próprias controvérsias em relação à pandemia, ao repetir que ele e seu governo sabiam que a cloroquina e a hidroxicloroquina não tinham eficácia cientificamente comprovada para tratar o vírus. “Quem sabe no futuro”, emendou.

Fonte: Banda B

Comunicar erro