Twitter diz que conta de Trump ficará bloqueada por 12 horas

Decisão foi tomada depois de apoiadores do presidente invadirem o Congresso do EUA. Rede social exige que 3 posts específicos sejam removidos e também ameaça [...]

Por Da Redação Águia News em 07/01/2021 às 03:36:15

Decisão foi tomada depois de apoiadores do presidente invadirem o Congresso do EUA. Rede social exige que 3 posts específicos sejam removidos e também ameaça suspender permanentemente o perfil. O Twitter anunciou a conta de Donald Trump será bloqueada por 12 horas. O prazo começará a correr assim que forem apagados 3 tuítes apontados pela rede social. "Se não forem removidos, a conta continuará fechada", disse a empresa.

Perfil de Trump no Twitter mostrava dois posts removidos após apoiadores do presidente invadirem o Congresso dos EUA

Reprodução/Twitter

A decisão acontece após a invasão de apoiadores do presidente dos Estados Unidos ao Congresso, na tarde desta quarta-feira (6). Ali estava sendo realizada a sessão de contagem dos votos do Colégio Eleitoral na eleição americana, que deu vitória a Joe Biden.

Momentos antes, Donald Trump discursou aos apoiadores afirmando que não aceitaria o resultado eleitoral. Sessão foi suspensa mas deve ser retomada ainda nesta quarta, segundo Nancy Pelosi.

Após a invasão, Trump chegou a postar vídeos nas redes sociais que acabaram sendo derrubados por conta de "risco de violência", segundo as empresas.

O Twitter também restringiu o engajamento de certas publicações sobre a manifestação, inclusive de posts onde Trump continuou a fazer a afirmação infundada de que a eleição foi fraudulenta.

Essas publicações não poderão ser respondidas, compartilhadas ou curtidas.

Os posts que o Twitter exige que sejam removidos da conta de Trump apresentam "violação severa e repetida" da política de integridade da plataforma.

Ainda segundo a rede social, futuras violações das políticas dessa rede social resultarão na suspensão permanente da conta de Trump.

Apoiadores de Trump invadem o Congresso dos EUA

VÍDEOS sobre a invasão:

Fonte: G1

Comunicar erro